sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

A Tartaruga (Kame em japonês)

A História das Tartarugas ou Quelônios tem início há aproximadamente 340 milhões de anos atrás durante o período Carbonífero, quando um grupo de répteis da subclasse Anapsida adaptaram-se para viver em pântanos

http://www.avph.com.br/dinotartarugas.htm



As tartarugas pertencem à ordem Chelonia dos répteis (classe Reptilia) onde estão também incluídas outras espécies como os crocodilos.

Existem 3 espécies de tartarugas: as terrestres, as de água doce e as marinhas.



Quando enquadradas num ambiente doméstico facilitador de uma boa qualidade de vida, uma tartaruga pode viver mais de 60 anos, sendo deste modo um amigo que acompanha o seu dono praticamente durante toda a vida.


Uma tartaruga não tem qualquer necessidade de viver em sociedade


Desde os tempos da colônia, a tartaruga sempre foi uma das iguarias mais disputadas em banquetes oferecidos pelos nobres. Nessas ocasiões, eram servidos inúmeros pratos que tinham o delicioso e simpático quelônio como protagonista. Dentre as receitas, havia sarapatel – feito com o sangue e os miúdos do bichinho -, peito assado, picadinho, sopa, guisado, e até uma farofinha bem brasileira. E ainda, de sobremesa, para fechar a noite com chave de ouro, uma tradição portuguesa: ovos moles (de tartaruga, evidentemente). Bons tempos aqueles!


A Tartaruga (Kame em japonês), é um dos animais que simboliza a longevidade. Diz-se que ela vive até 10.000 anos !
O mito em torno da tartaruga diz que ela é uma dos quatro animais sagrados (os outros são: dragão, fênix e unicórnio).
O Kame sustenta o mundo em suas costas, e suas quatro patas, simbolizam os quatro pilares espirituais que seguram o planeta Terra.
Além disso, as marcas no casco de uma tartaruga representam as constelações do universo.



1 comentário:

Guilherme Crepaldi disse...

muito interessante, esse final era totalmente desconhecido por mim!
parabéns!